Saiba como alterar o banco para ressarcimento de impostos

Contribuintes devem atualizar dados na retificação do Imposto de Renda

Quem pretende alterar a conta bancária na qual deve receber a restituição do Imposto de Renda precisa ficar atento para garantir o crédito dos valores. Depois de preencher e enviar a declaração do IR, cujo prazo teve início na quinta-feira (2), os contribuintes ainda podem atualizar as informações do banco se avaliarem necessário.

Contudo, é importante prestar atenção às datas da liberação dos lotes de restituição. Para mudar os dados da conta em que o ressarcimento deve ser depositado, o contribuinte precisa retificar a declaração antes da liberação do lote de restituição.


A ação também é recomendada para os contribuintes que encerraram as contas indicadas à Receita para receber os valores. Mas há ainda outra alternativa, que também é válida para os que alteraram a conta. É preciso esperar até a data da liberação das restituições, que ocorrem em sete lotes entre junho e dezembro, para informar a nova conta. A mudança pode ser feita pela Central de Atendimento do Banco do Brasil ou em uma das agências da instituição.

O crédito da restituição pode ser depositado tanto em conta corrente quanto poupança em qualquer banco. Na hora de preencher a declaração, o próprio programa da Receita calcula o montante que será restituído. Em geral, os contribuintes que acumularam várias deduções durante o ano serão ressarcidos por despesas médicas, gastos com educação e despesas com dependentes.

A partir de junho, as restituições começam a ser liberadas pelo Fisco e os últimos lotes devem ser pagos em dezembro. Se os valores não forem depositados, é preciso entrar em contato com o Banco do Brasil para solucionar o problema.

Serviço

Central de Atendimento do Banco do Brasil – telefones; 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes físicos)

Empresário Contábil, Consultor Rede Contabilizando o Sucesso

Faça um comentário: